quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

São Silvestre Amadora

Que bela maneira de terminar o ano ! A Amadora é na minha opinião sem qualquer duvida a MELHOR CORRIDA em que se pode participar em Portugal ! Quem nunca a fez não sabe o que perde. È quase um oásis no meio de tantas provas que temos durante o ano. Estarei a exagerar? Penso que não. Foi a 7ª vez se não me engano que a fiz e a experiência é sempre brutal. Um percurso super desafiante, uma organização competente e a cereja no topo do bolo é o publico que enche as ruas daquela cidade e incrivelmente...puxa pelos atletas... incentiva...faz a festa!Algo que raramente por aqui se vê ! E os atletas que vão sempre com o «credo» na boca tal o esforço acabam por se envolver no espirito, motivar-se e colocar toda a sua energia na estrada.
Não sabia o que havia de esperar hoje. A seguir aos Olivais tive uma noite de trabalho e só me deitei às 09h45m. Acordei às 16h00 e deu tempo para comer algo ligeiro pois daí a 2 horas havia um desafio pela frente.O que mais me marca normalmente são as mudanças do sono e da alimentação. Quem como eu trabalha por turnos e faz maioritariamente noites deve se identificar com isto que refiro. O que vale é que o meu trabalho normal não é «pesado» e é passado muito ao computador e à volta da matemática! Cheguei cerca das 17h20 à zona de partida e efectuei um aquecimento ligeiro de cerca de 20 minutos. As pernas não estavam a 100% depois de sábado e de ontem mas outra coisa não seria de esperar. Tentei fazer uns bons alongamentos para minorar a fadiga acumulada. Esta história de fazer 3 S.Silvestres seguidas é muito bonita mas acarreta riscos de lesões que precisamos de acautelar ao máximo. Além disso sem uma boa estratégia de corrida o mais certo era estoirar numa delas.O objectivo pessoal sempre foi o de tentar ser consistente nos três desafios.Quem não mete os pés numa pista à mais de mês e meio para fazer séries a roçar o anaeróbio não pode esperar ter a capacidade de andar a ritmos elevados...
Logo à partida marquei o António Gomes no nosso duelo pessoal ( com óptimo espirito claro ). Pum ! Tiro e aí vai todo o pelotão pela Amadora acima. Se ontem nos Olivais a 1ª parte era mais fácil hoje na Amadora era ao contrário. São 3 km sempre a trepar até ao Casal de São Brás. Duro duro. O António abdicou logo ao 1 km e disse-me para seguir que ele ia mais lento. Ok! Controlei até ao final da subida mas com um esforço bem maior que o de ontem. A pulsação não mentia. A partir daqui e até à subida dos comandos é um sobe e desce constante mas rápido. A subida, sensivelmente ao km 5 é danada. Confesso que a meio da mesma pensei em abrandar e seguir até final num ritmo confortável mas pensei...o que é o meu sofrimento nesta altura comparado com um gajo que vai num Ironman ao km 30 da maratona ? Uma brincadeira pá ! Fiz das fraquezas forças e segui junto a um veterano que vinha nitidamente em subida.A parte mental aqui foi fulcral. Sofri sofri e a partir do km 7 quando começou a descer, incrivelmente, comecei a ter óptimas sensações ( os km de treino para a maratona ainda cá moram...). Juntei forças com o veterano que ia em 2º no seu escalão e descemos até à meta a 3m35s/ km. Finalizei com 38m47s pelo meu relógio o que foi bem bom atendendo ao que esperava a meio da prova onde pensei que não baixaria dos 40m. O António desta vez ficou KO e acabou com 42m e tal :):):) ! Há pois é ! Um abraço António. Tás em todas e já sei que o mais provável é levar grandes tareias tuas na natação dos triatlos e andar sempre a correr atrás do prejuizo.
Provas agora só em Fevereiro. Há que volta a construir uma boa base de treino e fazer as coisas com cabeça para não ter uma época tão decepcionante. Sim, porque tenho perfeita noção do que posso fazer e é bem bem melhor do que fiz este ano ! O segredo é um bom balanço vida familiar/vida profissional / treino/descanso. Tudo isto bem «cozinhado» e os resultados aparecem ! Só um pormenor...é preciso realmente gostar disto...porque hoje é noite de fim do ano e eu estou a trabalhar até às 08h00 da matina e não é propriamente a festejar. Nunca me queixei mas...não é para todos !!! E as pernas...vá lá ! So far so good.Amanhã 1 horita a passear e fica como novo :)
Aqui vai o «cliché» - BOM ANO 2009 - embora o sucesso do mesmo depende 97% de nós e 3% da sorte ou azar...

5 comentários:

joaquim adelino disse...

Amigo Ricardo
Parabéns por mais uma excelente prova, os tempos obtidos nos Olivais e Amadora são muito identicos, o que revela uma excelente condição física. Mas como diz, tem de abrandar agora porque a época para si vai ser muito exigente e ainda está no princípio.
Eu já corri muitas vezes na Amadora e estou de acordo consigo, não existe outra igual em termos de envolvimento do público, somos quase levados ao colo durante todo o percurso e isso deixa-nos deslumbrados e por isso é natural que o nosso esforço seja um pouco atenuado por tamanho apoio.
Agora desejo que 2009 seja de sucesso, quer na vida pessoal e familiar, quer desportiva em qualquer das modalidades em que se envolva.
Um abraço.

MPaiva disse...

Muitos parabéns pela bela descrição da prova e pelos resultados no triplo desafio de final de ano. Que isto seja o pronúncio de um Excelente 2009!

abraço
MPaiva

Fernando Andrade. disse...

Bravo, Ricardo.
Parabéns. Um excelente 2009 é o que desejo.

Abraço.
FA

luis mota disse...

Olá Ricardo!
Mais um bom desempenho. A desforra foi conseguida!
Um bom ano para si e para os seus,
Luís Mota

Jorge disse...

Olá Ricardo Parabéns pela conclusão da S.Silvestre, realmente vc trabalhando a noite fica dificil de correr na parte da manhã mesmo. Parabéns pelo estilo de vida que leva e pelo blog.
Quem sabe vc não venha um dia correr a São Silvestre aqui no Brasil, quem sabe vc não reviva um dia correndo as ruas de São Paulo por onde os Campões dai de Portugal correram que nem o Carlos Lopes e a Rosa Mota, eu só lhe digo uma coisa vc irar adorar meu amigo.
Desejo um feliz 2009 para vc e que vc corra muitos Kms.

Um abraço,

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com